História

  • Publicado em: 06/10/2017 às 16:11   |   Imprimir

 

           O Município de Bossoroca, que está localizado nas Missões, na Região Noroeste do estado do Rio Grande do Sul, ocupa uma área de 1.596,22 km², sendo sua altitude de, aproximadamente, 228 m acima do nível do mar. A população do município é de6.887 hab. Censo IBGE/2010habitantes

         As principais atividades produtivas do município são a agricultura, predominando as culturas de soja, trigo, milho, mandioca e arroz irrigado, e a pecuária, prevalecendo as criações de gado bovino de corte, bovino de leite, piscicultura e ovinocultura.

      O município de Bossoroca foi criado no dia 12 de outubro do ano de1965, sendo que, anteriormente, seu território era distrito do município de São Luiz Gonzaga.

        O nome “Bossoroca” foi atribuído pelos tropeiros, carreteiros, mascates, vendedores e outros que passavam pelo território que hoje corresponde ao município de Bossoroca. Eles sesteavam ou pernoitavam em um local que oferecia condições para um bom descanso, pois possuía sombra, água límpida e farta, que nascia dentro de uma barroca. A essa barroca deram o nome de “Boçoroca”, variante do vocábulo Guarani Iby-soroc, que corresponde a barrocão, sanga funda. Este fenômeno é muito comum no município e ocorre devido aos efeitos das águas em terrenos arenosos. Dessa forma, originou-se o nome Boçoroca, cuja grafia atual é Bossoroca.

          Bossoroca ganhou destaque pela sua tranquilidade e projeção no contexto político-cultural do Rio Grande do Sul, que vem desde a sua criação, quando ainda distrito de São Luiz Gonzaga. Sua história tem inicio com os primeiros habitantes, os índios Guaranis,quando esta região encontrava-se sob o domínio Espanhol.

          Em maio de 1810, ocorreu à independência das províncias e, em 1816, este território foi dividido em sete freguesias, os sete povos. Bossoroca passa a pertencer á freguesia de São Borja. No ano de 1823 chega neste município, um dos primeiros povoadores, Jose Fabrício da Silva que tomou de uma área, hoje conhecida por Igrejinha.

            Em meio a este passado, Bossoroca alcançou invejável destaque pela sua representatividade política e cultural, sendo berço de filhos ilustres como os imortais Noel Guarany e Jaime Caetano Braum.